terça-feira, 27 de novembro de 2012

TERRA AOS ÍNDIOS


Sempre que se estabelece uma nova polêmica sobre Reservas Ambientais ou Indígenas ouço da parte de muitos a seguinte e emblemática frase: “é muita terra para pouco índio”.  Pois bem, pretendo aprofundar esse tema de forma não impregnada de ideologia ou interesse econômico. Esses dois fatores, quando presentes, distorcem fatos e mutilam verdades, induzindo a prevalência não só do falso e do tendencioso, mas, principalmente, do injusto e preconceituoso. O maior paradigma falso a ser quebrado na mente de muitos é o de que as Reservas Ambientais sejam exclusivamente para usufruto dos Índios. Não são. Somos todos por elas beneficiados com seus efeitos ecológicos. Quando nelas houver nativos, e só nesses casos, pode-se admitir que ali permaneçam os Índios. Seu tamanho é definido sob critérios ecológicos, geológicos, geográficos e políticos. São maiores ou menores independentemente de quantos índios haja sobre elas, ou mesmo se nenhum houver. Quando Cabral aqui aportou com suas caravelas em 1500, pela primeira vez pisaram este solo uns poucos brancos europeus portugueses, antecedendo a colonização que se seguiria décadas e séculos mais tarde. Não havia censo nem IBGE. Estudos antropológicos críveis permitem estimar que aqui habitavam, na mesma época, cerca de 5 milhões de Índios. Houvessem as naus portuguesas retornado à Lisboa e nunca mais voltado, após 512 anos seriam hoje muitos milhões de Índios no Brasil. Quantos em realidade são? Muito menos do que na época de Cabral, ou seja, segundo o Censo IBGE-2010 são apenas 896.917 pessoas. Não há como negar o massacre, seja o físico pelo genocídio ou o cultural pela injusta e devastadora “integração”. Deu-se isso ao longo dos séculos sob as mais diversas formas. Os europeus que aqui vieram sempre foram movidos pelo espírito da conquista, do enriquecimento e da exploração. Ou, teriam sido os portugueses, espanhóis, holandeses, ingleses e outros aventureiros, todos eles colonizadores pacíficos e cordiais? Teriam compartilhado o conhecimento e difundido sua cultura entre os indígenas para torná-los iguais? Teriam promovido o “resgate” dos Índios pela via da escola ou pela catequese, pela fé e a prática cristã da caridade? Obviamente não. Muito pelo contrário. Os Índios foram sistematicamente escravizados para exploração da floresta, a prática da agricultura primitiva e a mineração braçal do ouro e prata. A conquista do território brasileiro se deu, pois, pela chibata, pela espada, pelo mosquete e o canhão, como o foi também em toda a América, do Alaska até a Patagônia. Os espanhóis, sob reinado da dinastia de Aragão e Castella e seus asseclas exploradores e genocidas como Hernán Cortéz e Francisco Pizzarro, foram particularmente eficientes nisso. Não bastava afugentar ou escravizar, era preciso extinguir, como de fato se extinguiu as civilizações dos impérios Maia, Inca, Asteca e tantas outras, transpassando pela bala e espada as mulheres, as crianças e os homens resistentes à escravidão e espoliação. Assim evidencia a história, que se frise, não foi escrita pelos Índios. Não foi muito diferente mais ao Norte, onde segundo o general Custer “o índio bom é índio morto”. Também não foi diferente por aqui com os Bandeirantes brasileiros.  Dessa forma deu-se a colonização e ocupação das terras no sentido do litoral ao interior. Resta hoje preservada apenas cerca de 5% da Mata Atlântica brasileira, o habitat original de muitas tribos já extintas ou em vias disso. A presença indígena remanescente nesse bioma é o horror que conhecemos bem, pois se dá sob nossos olhos, isto é, quando os queremos enxergar, nas esquinas da mendicância. Moralmente a terra não é de quem a “comprou”, sabe-se lá de quem e com que titulação ou esbulho cartorial. Nem mesmo de quem no passado mais remoto a recebeu de coroas européias ou mais recentemente de um Estado de governos sabidamente pródigos com poucos próximos dos seus governantes, em regra perdulários e corruptos. A terra é, antes de tudo, de quem nela nasceu e habitava primariamente sem titulação legal alguma, tendo sido dela escorraçado por “colonizadores”, que me lembro bem, na minha colônia, apelidavam os indígenas de bugres e não os distinguiam dos animais. Hitler, no século XX, não inventou o holocausto que impôs a morte e a expropriação de terras e posses contra nações e minorias que julgava inferiores. O regime nazista tão somente copiou os velhos conceitos de colonização dos antepassados europeus já praticados contra nativos da América, séculos antes. Obviamente, o nazismo aumentou a escala e a velocidade dos massacres com armas modernas do século XX. Aperfeiçoou os métodos medievais com campos de extermínio, gazes e fornalhas. De tudo isso há lições a tirar. A continuidade do holocausto aos nativos que restaram por aqui não é mais aceitável no século XXI. Não sei se com este escrito contribuo para a mudança da realidade dos Indígenas, nem mesmo dos Guarani-Kaiowás que se encontram novamente ameaçados. Mas, estou certo de mitigar o escamoteado preconceito que se revela na hipócrita idéia de que agora seriam poucos os Índios para o quinhão de terra que moralmente lhes devemos destinar.

Rubens Hering – economista e consultor filiado ao Partido Verde.


segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Carta de agradecimento - Eleições 2012


Caros amigos curitibanos,

Finda a eleição desejo agradecer aos eleitores que me escolheram. Agradecer muito mais aqueles que foram além do seu voto obrigatório e secreto me apoiando abertamente. Isso resultou em 2.119 honrosos votos. Fiz a campanha que poderia fazer, me doando à cidade falando diretamente ao eleitor no corpo a corpo. Não fiz negócio de investimentos para colher dividendos adiante. Meus custos diretos foram de aproximadamente R$ 25.000,00, que somados aos itens doados pela coligação (rádio e TV), tudo poderá chegar a R$ 30.000,00. Com uma campanha assim modesta por princípios, não tive caminhão de som para convencer eleitores com “jingles” e poluição sonora. Não aluguei e pintei muros evitando a poluição visual. Não fiz estéreis bandeiras. Não atirei santinhos nas ruas. Não o fiz em razão de que todas essas são formas de captar o que chamo “voto imbecil”. Como pode alguém votar em muro ou bandeira? Também não contratei equipes de panfletagem. Fui atrás da quebra de malévolos paradigmas democráticos, como os da propaganda pela propaganda e da compra de votos pela servidão do eleitor aos currais eleitorais dos bairros e seus caciques já vereadores e sistematicamente reeleitos. Em outras palavras, pensei que poderia aglutinar em torno de meu nome, da minha história e de minhas competências, uma força do bem constituída por pessoas e grupos de afinidades. Aglutinar também entidades com visão social que buscassem qualificar a Câmara de Vereadores pró Curitiba. Encontrei pouco disso. Assim meu êxito foi muito parcial e como tal insuficiente. Creio que errei em pontos os quais só o tempo me elucidará. 

Quanto à Câmara de Vereadores, infelizmente aquela casa de leis, que transformaram em casa de ilícitos, mesmo após os escândalos publicados e que representam apenas a ponta do iceberg, se renovou apenas em 50%. A metade foi reconduzida, eternizando dentre eles mandatários que lá estarão por mais de 30 anos. Vendo a relação de eleitos, data vênia, a nova composição é piorada na média, em que se salva não mais que meia dúzia de próceres. Causa-me horror.   

Enfim, saio do processo com dores nas costas de tanto ajuntar cavaletes derrubados ou destruídos e de recolhê-los diariamente. Na alma, dói-me o fato da não eleição, pois, seria hipócrita não reconhecer isso. Mas, o que mais me faz lamentar é ver que nossa querida Curitiba continuará refém de um parlamento municipal medíocre, senão venal, na maioria. Não creio que possa no futuro me candidatar novamente. Mas, serei sempre um cidadão político, pela qualificação do meu voto pessoal e dando apoio aos bons candidatos, fazendo assim minha parte por uma sociedade melhor e mais justa. 

Agora, para prefeito é Gustavo Fruet 12.

Grato.

08/10/2012.

Rubens Hering - 43000  


 

sábado, 6 de outubro de 2012

Amanhã é o dia decisivo


Amanhã é dia de decidir o futuro de Curitiba de forma democrática e cidadã. Nas urnas de toda cidade, milhares de curitibanos vão depositar sua confiança em candidatos para que representem a população da capital paranaense.

E pensando nisso, peço seu voto, peço seu apoio, peço a sua confiança.

Quero fazer a diferença na Câmara de Vereadores, com clareza e muita dedicação.

Pretendo agir de forma democrática e sempre focando os interesses da população. 

Vote Rubens Hering 43.000

A reeleição sistemática dos mesmos na Câmara, que formam uma maioria de incompetentes e corruptos, transformou aquela casa de leis em um antro de ilícitos. Quero mudar isso. Vamos renovar. E segunda feira, após comemorar o meu resultado estarei mergulhado na campanha de segundo turno de Gustavo Fruet 12.


sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Reta final da campanha!

Amigos! Chegou a hora de decidir. Ficarei sobremaneira honrado de ter o seu voto. Para aqueles que desejarem participar do processo eleitoral democrático de forma cidadã, indo além do voto obrigatório e secreto, e que queiram me ajudar na difícil campanha, é chegada a hora de recomendar o voto Hering 43000 ou então sugerir que seus amigos visitem www.rubenshering.com e em me conhecendo melhor formem espontaneamente o seu juízo e voto. 


Grato, Rubens Hering 43000.




terça-feira, 2 de outubro de 2012

Rubens Hering propõe o combate às pichações

As fachadas dos prédios privados e públicos de Curitiba estão cada vez mais emporcalhados e feios com a ação de contraventores. Sendo assim, Rubens Hering propõe que seja feita uma maior cobrança pela Guarda Municipal para combater esse tipo de crime.

Confira o que o candidato a vereador pelo PV propõe:


VOTE RUBENS HERING - 43.000 

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Proposta: Recuperação de rios de Curitiba


Rubens Hering propõe: Recuperação, pelo saneamento, de todos os rios que nasçam ou passem pela Capital, em colaboração com os Municípios de suas nascentes.

A despoluição dos rios de Curitiba é um dos assuntos que surgem em todas as eleições. O problema é que a solução apontada para que os rios da capital sejam saudáveis não é a mais prudente.

Rubens Hering conta com o seu voto para que os rios curitibanos sejam limpos.

Saiba mais: 


VAMOS MUDAR ESSA REALIDADE!
 VOTE 43.000 - RUBENS HERING

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Rubens Hering é 43.000

Com a ajuda de todos, podemos ter uma Câmara de Curitiba renovada, com decência e competência. 

Nessa reta final, conto com o apoio de todos para juntos fazermos a política que Curitiba merece. 

RUBENS HERING - 43.000 


domingo, 23 de setembro de 2012

Você já conhece Rubens Hering


Profissionais de seguro representados na Câmara


Recentemente Rubens Hering participou do almoço junto à classe de corretores de seguros e profissionais de seguros em geral, no Restaurante Madalosso. 

Ao lado de Gustavo Fruet, o candidato a vereador pelo Partido Verde, pôde falar com membros de um dos mais importantes setores da economia brasileira, paranaense e curitibana.

“Para a representação corporativa e política do setor é preciso que se tenha em cada um dos parlamentos, seja o Municipal, o Estadual ou o Federal, ao menos um representante que possa fazê-lo de forma suprapartidária. Minha história de vida profissional sempre foi ligada ao Seguro e Previdência. Por amar essa instituição, da qual nunca me afastei, tendo nela muitos amigos, afirmo que pretendo ser esse vosso representante junto à Câmara Municipal de Curitiba”, afirmou Hering.

O candidato destaca que é preciso concentrar votos para que um representante da classe esteja presente no poder municipal e que lute pelos direitos dos profissionais de seguro. Por isso, pede o apoio e o voto da categoria.

Rubens Hering – 43000

Foto: Da esquerda para a direita: Moacir Abba, do Sindiseg, Rubens Hering, candidato a vereador, Artur Hoff, ex-presidente do Sincor, Gustavo Fruet, candidato a prefeito e José Antônio de Castro, presidente do Sincor.


quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Santinhos e meio ambiente

Já determinei aos meus colaboradores pagos e solicito a todos os voluntários que na véspera e no dia da eleição não atirem um único “santinho” do candidato 43.000 nas ruas. A sobra de material, se houver, logo após a eleição será doada à Cooperativa de Catadores. 


Se você apoia a medida, compartilhe.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Voto a voto!


É assim que Rubens Hering quer chegar à Câmara de Vereadores: conquistando voto a voto seu espaço, contando com o apoio da população.

Tanto é assim que o próprio candidato faz sua panfletagem. Assim, Hering aproveita para falar com seus eleitores, ouvir o que o povo quer, o que o povo precisa.

Então, acerte você também na escolha. Pela renovação e decência na casa de leis municipal. 

Vote 43.000 – Rubens Hering

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Colaboração - reta final da campanha!


Estamos na reta final da campanha. Ao longo dessa caminhada encontro muitas pessoas desacreditadas com a política (o que é totalmente compreensível), e, portanto, não sabem em quem votar, apesar da proximidade das eleições, ou até pensam em votar nulo (o que definitivamente não é recomendável). Há também aqueles que me conheciam da candidatura ao Senado em 2010, porém nã
o sabiam que eu era candidato novamente. Também há aqueles que nunca ouviram falar de mim, entretanto se interessam em conhecer minha história de vida e propostas, na expectativa de renovação da Câmara. Resumindo, preciso fazer minha candidatura conhecida, pois há muitas pessoas, que são possíveis eleitores, a serem atingidas. 

Porém somente eu com minha família não conseguiremos. Como todos sabem minha campanha é modesta, sem financiamento de empresas, o que reforça minha total imparcialidade, porém é totalmente possível de ser concretizada. Contudo, não é fácil chegar lá, atingir o número necessário de votos somente será possível com a ajuda de vocês.

Assim sendo, tenho um pedido de coração a fazer a cada um. Nessa reta final, mais do que o apoio do “curtir” (que eu desde já agradeço), peço que compartilhe meus vídeos e blog para que seus amigos me conheçam. Além disso, ainda tenho bastante material disponível, posso fazer chegar até você. Cole um adesivo em seu carro, indique um local para colocar placa, coloque santinho na caixa de correio de seus vizinhos, se você mora em condomínio, basta me informar o número de apartamentos e forneço uma carta pronta para cada um. Além disso, é válido colocar o “santinho” nos carros estacionados nas ruas na véspera do dia 07 de Outubro.

Enfim, preciso que cada um daqueles que decidiram votar em mim consigam no mínimo mais 5 votos para que eu efetivamente chegue lá. 

Agradeço imensamente a todas as mensagens de apoio e incentivo que tenho recebido e a ajuda de tantos. Viva a democracia!

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Um basta à corrupção em Curitiba


Mesmo sem ocupar nenhum cargo eletivo Rubens Hering já exerceu seu papel como cidadão ativo atuando contra a corrupção na Assembleia. Isso porque protocolou os pedidos de cassação de Justus e Cury no escândalo dos diários secretos da Assembleia do Paraná. 

Essa foi apenas uma das demonstrações de sua capacidade de contribuir com o que é correto, com o que é de direito, com o que é justo. Se for eleito, Hering irá atuar de maneira muito mais incisiva contra a corrupção, tendo mais força de combate. 

Casos como os recentemente divulgados de fraudes evidentes em licitações não podem mais ocorrer. Hering irá atuar constantemente junto à fiscalização do Ministério Público e da imprensa, para que estes casos não sejam esquecidos até que haja a punição com rigor. 

A bandeira da campanha de Hering é justamente a renovação da Câmara de Vereadores e o combate à corrupção. O candidato não é político de carreira, teve sua vida profissional e financeira no âmbito privado e decidiu entrar neste meio pelo seu inconformismo com a situação atual: cansou de ver os problemas e decidiu fazer a sua parte. 

Com valores éticos, princípios cristãos e inconformismo com a situação atual, Rubens Hering conta com o apoio da sociedade curitibana para que possa fazer uma Câmara nova, limpa e com ética.


No dia 7 de outubro, vote 43.000 – RUBENS HERING  

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

1º Fórum Relação entre Governo Civil e Governo de Deus

O Comitê Evangélico do candidato Gustavo Fruet em colaboração com o FENASP - Fórum Evangélico Nacional de Ação Social e Política - realizou na Sociedade Morgenau o 1º Fórum Relação entre Governo Civil e o Governo de Deus, bastante concorrido por lideranças.



Na imagem os candidatos Rubens Hering e Gustavo Fruet na solenidade de abertura.

 
Vote 43.000 - Rubens Hering

Foto: Divulgação Gustavo Fruet

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Gastos da campanha

Até o momento minha campanha arrecadou R$ 13.800,00, e mais o lucro de um jantar de R$ 826,00. Disso apenas R$ 400,00 é donativo de terceiros. O resto é tudo dinheiro meu. 

Sempre me diziam, “pra eleger um vereador tem de gastar mais de R$ 500.000,00.” Me ajudem a quebrar esse maldito tabu das campanhas milionárias, as quais têm o cargo almejado não como missão social, mas como investimento a dar retorno, o que só pode acontecer por atos ilícitos como temos visto nos parlamentos, pois salário de vereador não paga isso que está aí nas ruas. 

Não estou pedindo dinheiro. Peço apoio somente. Como? Se concordar compartilhe minhas publicações com seus amigos e familiares. 

Se cada eleitor meu conseguir ao menos mais 5 votos chegarei lá! 

Rubens Hering - Vereador - 43000


sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Proposta: Arborização de Curitiba

Com foco no meio ambiente e na conscientização ambiental Rubens Hering propõe: Execução de projeto arrojado de rearborização urbana de forma a colocar Curitiba em posição de destaque neste aspecto, inclusive substituindo árvores exóticas por nativas.

Confira:




Quer ver mais vídeos de Rubens Hering? Acesse: http://www.youtube.com/RubensHeringOficial

Vote pela renovação e mudança na Câmara de Curitiba. Vote 43.000


sábado, 1 de setembro de 2012

Porque votar em Rubens Hering?

Saiba mais bons motivos para votar no candidato a vereador pelo Partido Verde, Rubens Hering. 

Pela renovação e decência na Câmara de Curitiba, vote 43.000



quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Proposta: Criação do Esquadrão de Proteção Animal

Rubens Hering propõe: Criação do Esquadrão de Proteção Animal da Guarda Municipal e de 
Postos de Saúde Pública para atendimento veterinário. 
Saiba mais!




Se você concorda com a ideia, compartilhe com seus conhecidos. 


Vote 43.000 - Rubens Hering


terça-feira, 28 de agosto de 2012

Gustavo Fruet apoia Hering - Vereador

Confira o discurso do candidato Gustavo Fruet no jantar de apoio à candidatura de Rubens Hering – Vereador – 43000.

O candidato a prefeito incentivou Hering e ressaltou sua competência ao falar que "é um privilégio, é um luxo para Curitiba ter um candidato a Vereador como o Rubens Hering.


Ressaltou, ainda, “aqui não se tem um perfil de candidatura de apenas Vereador, mas para Senador, Governador e Presidente da República, pela seriedade e pela representatividade das pessoas que estão aqui”.

Compartilhe com seus amigos! Vamos renovar a Câmara da nossa Capital!


terça-feira, 21 de agosto de 2012

Adote um cavalete para contribuir com a campanha

Outra forma de contribuir com a campanha de Rubens Hering é adotando um cavalete do candidato. É bem fácil, basta entrar em contato com Hering e fazer a solicitação. 

O trabalho é somente colocá-lo em um lugar de boa visibilidade pela manhã e retirá-lo à noite.

É uma ótima forma de divulgação de quem quer fazer uma Curitiba melhor.

Entre em contato e contribua:
Celular: 9127-6897
e-email: rubenshering@gmail.com  
Facebook: www.facebook.com/RubensHeringVereador
Twitter: @rubenshering
 

Vote Rubens Hering - 43.000

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Proposta: eletrificação das linhas expressas de ônibus


Dentro das propostas de Rubens Hering uma delas diz respeito à mobilidade urbana em Curitiba. A eletrificação das linhas expressas de ônibus e promoção da expansão das ciclovias, reduzindo a zero a poluição, é um fato de extrema necessidade na capital paranaense.
Hering considera que, por exemplo, não há a necessidade de um metrô em Curitiba. “Os recursos que teriam sido disponibilizados pelo PAC para o Metrô, de R$ 1 bilhão, seriam muito melhor aplicados em outros campos da gestão pública, como na transformadora educação, na melhoria da segurança, na saúde e na moradia, por exemplo”, afirma Hering, pensando na qualidade da cidade como um todo.
Dentro desta perspectiva, o candidato a uma vaga na Câmara destaca pontos importantes a serem levados em conta. “As linhas expressas exclusivas de ônibus já existem na cidade. Em nenhuma cidade do mundo em que implantou-se o metrô nos séculos XIX e XX já haviam vias expressas ou seriam viáveis na forma como já as temos. Quando se vai do Centro ao Boqueirão, por exemplo, temos cerca de 40 semáforos. Se eliminados, o expresso passaria a ter a velocidade próxima a do metrô”, explica.
“Como eliminá-los? Simples, fazendo trincheiras nos cruzamentos com os coletivos rodando por cima e os carros por baixo. A eletrificação do sistema é de simples adaptação. Se colocarmos o sistema a rodar sobre trilhos, teremos o metrô de superfície. O benefício seria o mesmo e os custos infinitamente menores sobrando muito dinheiro para outras prioridades da cidade”, complementou.
Além disso, Rubens lembra também da importância de ciclovias seguras e por toda a cidade, respeitando os espaços destinados à ciclistas e com sinalização eficiente. 

Compartilhe essas ideias, vote RUBENS HERING - 43.000



sábado, 18 de agosto de 2012

Colabore com a campanha!


Colabore você também com a campanha!

Indique um local, residência ou comércio, para colocar placas de divulgação.

Vamos todos juntos por uma Câmara com decência e renovação.

Vote RUBENS HERING - 43.000




quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Rubens visita Osten Ferragens ao lado de Gustavo Fruet

Ao lado do candidato a prefeito, Gustavo Fruet, o candidato a uma vaga na Câmara de Vereadores, Rubens Hering, visitou nesta terça-feira (14) a matriz da Osten Ferragens, no bairro Fazendinha. Com quase mil funcionários a empresa tem 44 anos de existência.

Você também pode contribuir com para uma política mais consciente em Curitiba. Vote Rubens Hering 43.000, indique o cadidato para seus contatos, familiares e amigos.

Os candidatos foram recebidos pelo presidente-proprietário da empresa, Orlando Von Der Osten. 

 
Foto: divulgação Coligação Curitiba Quer Mais

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Contribuição para a campanha - envio de cartas

Quer contribuir com a campanha? Uma maneira fácil de ajudar é, se você mora em condomínio, enviar uma carta para seus vizinhos. Para tanto basta me fornecer:

- o endereço
- o nome do condomínio
- o número dos apartamentos (se possuir o nome de cada proprietário melhor ainda)

Irei providenciar uma carta em envelope fechado com o número do apartamento, me apresentando e com um santinho. Posso fazer a carta identificada ou não com sua indicação, fica ao seu critério.

Basta deixar comentário aqui ou enviar um email para rubenshering@gmail.com.

Se você mesmo quiser providenciar os envelopes, peço apenas que me comunique, para que possa lhe enviar o modelo da carta.

Obrigado pelo apoio!